A filha do primeiro-ministro, em comum com Fernanda Tadeu, que tinha casamento marcado para 12 de setembro, foi obrigada a a cancelar o enlace.

A situação de contingência devido às condicionantes da Covid-19, motivou o adiamento da cerimónia, uma vez que a família considerou que não estavam reunidas as condições para celebrar o grande dia. Catarina, de 27 anos, já tinha tratado do vestido e os convites já tinham seguido para os convidados.

Poucas semanas antes da data prevista, os noivos perceberam que era difícil concretizar os planos para o dia do casamento, com o ajuntamento de pessoas, e adiaram a boda para 2021.

Os noivos comunicaram a decisão aos convidados, que aguardam a nova data da cerimónia. Em abril, no início da pandemia, António Costa mantinha a esperança de levar a filha ao altar ainda este ano e mostrava-se confiante quanto ao desfecho da cerimónia, que foi preparada ao pormenor.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.