O cantor João Pedro Pais está a ser acusado de violência doméstica pela ex-namorada, a antiga modelo russa, Yulia Popova.

O músico e a ex-companheira mantiveram uma relação durante nove anos, que terá terminado há dois. Porém, a amizade entre ambos durou “até há pouco tempo”. Agora, a manequim apresentou queixa nas autoridades e o processo foi entregue à justiça.

Confrontado com a situação, o músico de 49 anos, nega as acusações e revelou à ‘Nova Gente’, que apresentou queixa-crime contra a antiga namorada por “denúncia caluniosa”“A Yulia apresentou uma queixa na PSP no início de setembro, muito depois de termos terminado, e inclusive, depois de já estar a viver na sua própria casa! A queixa, coincidência ou não, é feita após eu regressar da Madeira, onde passei férias com a minha atual companheira…”.

Sobre os motivos que terão levado Yulia a apresentar queixa, o músico afirma. “Creio que tenha sido um ato irrefletido motivado pelo facto de eu estar numa nova relação. Essa foi, aliás, a ideia que me foi transmitida por amigos em comum. Que ela ter-se-á, inclusivamente, arrependido, mas que, neste momento, enquanto o Ministério Público não se pronunciar, não se pode retirar queixa”.

“Acima de tudo, sinto-me triste e desiludido”, acrescenta.

Entretanto, o cantor reencontrou o amor, contudo, prefere não revelar a identidade da atual companheira.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.